O bairro da Liberdade

A associação Cultural e Assistencial da Liberdade é a entidade que congrega os lojistas do bairro e que se responsabiliza pela manutenção do bairro Oriental junto à Prefeitura do município de São Paulo. Atualmente, a ACAL tem cadastrados e associados cerca de 200 estabelecimentos comercias.

Fundado como Associação de Confraternização dos Lojistas do bairro da Liberdade em 1965, tendo como primeiro presidente o Sr. Yoshikazu Tamaka, fundador do Cine Niterói e transformado em Associação Cultural e Assistencial da Liberdade em 1974, teve como primeiro presidente o Sr. Tsuyoshi Mizumoto.

Ao longo desses anos, a entidade trabalhou sempre pela melhoria das condições do bairro. Em primeiro lugar pela decoração típica e caracterizar o aspecto oriental do bairro, dar o apoio aos lojistas e principalmente, a preocupação com a segurança, não só das pessoas que freqüentam o bairro, mas também das casas e estabelecimentos comerciais do bairro.

E graças ao dinamismo das pessoas que vem dirigindo a entidade, sempre soube colocar o bairro em evidência, promovendo constantemente atividades que destacavam os vários aspectos da cultura japonesa e oriental.

Mas com o passar dos anos, passaram a acontecer algumas mudanças no bairro. E sobre este fato, temos a opinião de atual presidente da Associação Cultural da Liberdade, o Sr. Hirofumi Ikesaki, que está preocupado com o futuro do Bairro Oriental.

Segundo ele, está perdendo as suas características que o transformaram num pólo turístico da cidade de São Paulo:
“Precisamos revitalizar o bairro da Liberdade. Em pouco tempo, as lojas tradicionais, que fizeram à fama do bairro forma desaparecendo,dando lugar a uma nova forma de comércio. Por isso mesmo, a nossa preocupação é para que isso contribua para dar um novo ânimo ao bairro.”

O Sr.Ikesaki entende que os tempos são outros.
“O país mudou. Com a implantação do Plano Real e os juros nos patamares que se encontravam, os comerciantes estavam passando por uma série de dificuldades. E a segunda geração dos lojistas passou a assumir a direção dos negócios nesta fase. Foi quando começaram a surgir às ofertas para que eles vendessem o ponto comercial. E como as ofertas eram boas, eles foram pouco a pouco, passando o ponto para novos donos.”

Para o Sr. Hirofumi Ikesaki, todos que querem colaborar com a melhoria do bairro, são benvindos:
“Precisamos que todos os lojistas compreendam que é necessário unir esforços para que o Bairro Oriental seja um pólo turístico e também uma opção de compra e de lazer na cidade de São Paulo. A ACAL precisam do apoio dos lojistas de todas as nacionalidades, japoneses, brasileiros, coreanos, chineses e outros. A Liberdade, conhecida antigamente como bairro japonês, acabou se transformando em Bairro Ocidental. Então, é necessário que todos colaborem para a sua melhoria.”

YanoneKaffeesatz|YanoneKaffeesatz|YanoneKaffeesatz|b05 sbww bsd|||b01 c05 bsd|b01 c05 bsd|b01 c05 bsd|b01 c05 bsd|b01 c05|b01 c05 bsd|||